Anterior

26º SEMINÁRIO DE EDUCAÇÃO INFANTIL – INSPIRAÇÃO

27 de
Abril

A maior riqueza do homem é a sua incompletude.
Nesse ponto sou abastado.
Palavras que me aceitam como sou — eu não aceito.
Não aguento ser apenas um sujeito que abre portas, que puxa válvulas, que olha o relógio, que compra pão às 6 horas da tarde, que vai lá fora, que aponta lápis, que vê a uva etc. etc.
Perdoai.
Mas eu preciso ser Outros.
Eu penso renovar o homem usando borboletas.

**Caso a inscrição seja feita em nome da INSTITUIÇÃO (Pessoa Jurídica) é necessário entrar em contato através do WhatsApp (11)95300-5878 ou por e-mail: prisma@colsantamaria.com.br para informar os dados.

PALESTRANTES

ALICE PROENÇA

Doutora em Educação e Currículo pela PUC/SP, Mestre em Didática e Metodologia pela FEUSP, historiadora. Fundadora do GEP – grupos de estudos sobre projetos na abordagem de Reggio Emília -, professora da pós graduação do Instituto Singularidades e da Casa Tombada. Coordenadora do projeto Paz se faz com arte, parceria entre Aliança pela infância e MAM/Sp. Autora dos livros Pratica Docente e O Registro e a Documentação Pedagógica, ambos pela Panda educação, e de vários artigos para revistas especializadas.

PAULA LEVY

Mestre em Educação pela USP. Especialização em Primeiríssima Infância pelo Instituto Singularidades. Pedagoga formada pela USP. Fundadora do Jardim Michaelis do Rio de Janeiro, em 1993. Professora Waldorf de Educação Infantil desde 1988. Coordenadora do Centro de Formação de Professores Waldorf, de 2012 a 2017. Fundadora da Faculdade Rudolf Steiner e do Instituto de Desenvolvimento Waldorf. Participou da coordenação executiva do projeto Faculdade Rudolf Steiner, de 2013 a 2017. Atua como docente em formações de professores na pedagogia Waldorf. Atualmente é professora de maternal na Escola Waldorf Rudolf Steiner.

CAROLINA NAGAYOSHI

É mãe, atriz. cantora e arte educadora social. Desenvolve um trabalho autoral de cantos dedicados à energia feminina em suas múltiplas facetas e encontra, no fazer musical brincante, um caminho de desenvolvimento humano. Integra o time do Instituto OMP, atuando como Coordenadora Técnica no Projeto Musica Viva.

ANGELA VICENTINI

Psicóloga e pedagoga.

Especialista em pedagogias da infância e Educação Popular, Co fundadora do Grupo de Assistência ao Idoso e Adolescência. Atualmente, é servidora pública na área da educação e compõe o time de Consultores Pedagógicos do Instituto Olinto Marques de Paulo.

ELAINE GOMES

Doutoranda em Estética e Poéticas Cênicas – Unesp; Ms. Literatura e Crítica Literária – PUC-SP; Especialista em Arte Educação – Senac SP; Graduada em Artes Visuais – FAAP-SP. Professora há 32 anos. Atua no Senac Aclimação nos Cursos: O Contador de Histórias, Narração de Histórias para Educadores, Narração Criativa para Contadores de Histórias há 25 anos. Autora dos livros: A Arte de Narrar Histórias, Turismo Cultural: mediação de visitas: Editora Senac SP. Narradora de Histórias, Comunicadora e Escritora.

ANDRÉ GRAVATÁ

É escritor e educador. Coautor do Volta ao Mundo em 13 Escolas, um livro-reportagem sobre propostas de educação inovadoras nos cinco continentes, e Mistérios da Educação, uma coletânea de poemas e contos. É um dos criadores da Virada Educação e membro do Criativos da Escola, projeto do Instituto Alana. É apaixonado por poesia e autor do livro de contos Sublime. Recebeu o prêmio Educador Inventor da Associação Cidade Escola Aprendiz e é colunista do UOL Educação.

THIAGO CLARO FRANÇA

É músico, compositor, poeta, ator e educador.

Cria do teatro de grupo paulistano, é um entusiasta das culturas populares do Brasil e tem as estradas e suas andanças como principal fonte de inspiração. Integra o time do Instituto OMP, atuando como Educador Musical no Projeto Musica Viva.



ALICE PROENÇA

Doutora em Educação e Currículo pela PUC/SP, Mestre em Didática e Metodologia pela FEUSP, historiadora. Fundadora do GEP – grupos de estudos sobre projetos na abordagem de Reggio Emília -, professora da pós graduação do Instituto Singularidades e da Casa Tombada. Coordenadora do projeto Paz se faz com arte, parceria entre Aliança pela infância e MAM/Sp. Autora dos livros Pratica Docente e O Registro e a Documentação Pedagógica, ambos pela Panda educação, e de vários artigos para revistas especializadas.


PAULA LEVY

Mestre em Educação pela USP. Especialização em Primeiríssima Infância pelo Instituto Singularidades. Pedagoga formada pela USP. Fundadora do Jardim Michaelis do Rio de Janeiro, em 1993. Professora Waldorf de Educação Infantil desde 1988. Coordenadora do Centro de Formação de Professores Waldorf, de 2012 a 2017. Fundadora da Faculdade Rudolf Steiner e do Instituto de Desenvolvimento Waldorf. Participou da coordenação executiva do projeto Faculdade Rudolf Steiner, de 2013 a 2017. Atua como docente em formações de professores na pedagogia Waldorf. Atualmente é professora de maternal na Escola Waldorf Rudolf Steiner.


CAROLINA NAGAYOSHI

É mãe, atriz. cantora e arte educadora social. Desenvolve um trabalho autoral de cantos dedicados à energia feminina em suas múltiplas facetas e encontra, no fazer musical brincante, um caminho de desenvolvimento humano. Integra o time do Instituto OMP, atuando como Coordenadora Técnica no Projeto Musica Viva.


ANGELA VICENTINI

Psicóloga e pedagoga. Especialista em pedagogias da infância e Educação Popular, Co fundadora do Grupo de Assistência ao Idoso e Adolescência. Atualmente, é servidora pública na área da educação e compõe o time de Consultores Pedagógicos do Instituto Olinto Marques de Paulo.


ELAINE GOMES

Doutoranda em Estética e Poéticas Cênicas – Unesp; Ms. Literatura e Crítica Literária – PUC-SP; Especialista em Arte Educação – Senac SP; Graduada em Artes Visuais – FAAP-SP. Professora há 32 anos. Atua no Senac Aclimação nos Cursos: O Contador de Histórias, Narração de Histórias para Educadores, Narração Criativa para Contadores de Histórias há 25 anos. Autora dos livros: A Arte de Narrar Histórias, Turismo Cultural: mediação de visitas: Editora Senac SP. Narradora de Histórias, Comunicadora e Escritora.


ANDRÉ GRAVATÁ

É escritor e educador. Coautor do Volta ao Mundo em 13 Escolas, um livro-reportagem sobre propostas de educação inovadoras nos cinco continentes, e Mistérios da Educação, uma coletânea de poemas e contos. É um dos criadores da Virada Educação e membro do Criativos da Escola, projeto do Instituto Alana. É apaixonado por poesia e autor do livro de contos Sublime. Recebeu o prêmio Educador Inventor da Associação Cidade Escola Aprendiz e é colunista do UOL Educação.


THIAGO CLARO FRANÇA

É músico, compositor, poeta, ator e educador. Cria do teatro de grupo paulistano, é um entusiasta das culturas populares do Brasil e tem as estradas e suas andanças como principal fonte de inspiração. Integra o time do Instituto OMP, atuando como Educador Musical no Projeto Musica Viva.

PROGRAMAÇÃO

27/04

08h30 às 18h00



ALICE PROENÇA

O Registro e a Documentação Pedagógica: entre o real e o ideal… o possível!

Conteúdos/conceitos centrais: percurso formativo, autoria e autonomia do sujeito educador, olhar projetual e relacional para os registros, conceito de registros e sua tipologia. Esse encontro tem como objetivo conceituar o registro reflexivo, a construção da cultura de registrar, os diferentes tipos e a Documentação Pedagógica na abordagem projetual.



ELAINE GOMES

A inspiração que vem da imaginação, do corpo e das histórias

Por meio de atividades práticas, exemplificando a narração artística, as diversas linguagens e os recursos visuais aplicados a narrativa. Propondo a percepção sentida ao esmiuçar diversas histórias, percebendo as personagens, paisagens, sons e expressões. Diferenças entre narrar oralmente uma história e ler por meio de um livro, com as ilustrações e a leitura dramática. Oferecer a vivência e a condução das cantigas de roda e danças circulares associadas aos textos. Proporcionar referências bibliográficas, abordando o fazer narrativo e a diversidade de gêneros e temas literários.



PAULA LEVY

A inspiração que vem do mundo sensível, da arte e da antroposofia

A partir da compreensão antroposófica do ser humano, é possível olhar para os primeiros anos da infância como um período em que ainda estamos sonhando… A criança sonha. E os seus sonhos modelam mundos, por meio de brincadeiras e narrativas; imagens e gestos. Lentamente, ela vai acordando para si mesma, para o mundo que a cerca, para os fenômenos e suas leis. Como podemos respeitar esses sonhos, validando a potência que possuem? Como podemos criar ambientes plenos de delicadezas nos quais a criança pode despertar sem pressa, sem susto, sem pressão? Sensibilidade e frescor… A arte do singelo e do prosaico, do dia a dia que pulsa com a força do sol, talvez nos indique caminhos…



ANDRÉ GRAVATÁ

A inspiração que vem da poesia, da vida, da escuta

Exibiremos o curta-metragem “O aniversário da terra”, um filme de poesia que fala sobre nossa relação com as palavras, com o tempo presente, com a natureza e os limites do mundo. É um filme em que a relação entre uma mãe e um filho se desdobra em inúmeros encontros no ritmo da poesia. E também um chamado para se aproximar da natureza com os sentidos mais aguçados.

Logo após a exibição, acontecerá uma roda de conversa com os diretores do curta-metragem, André Gravatá e João Gabriel Hidalgo, junto com Serena Labate, que é uma das responsáveis pela arte do filme, e Josefa Gravatá, que se envolveu tanto nas filmagens quanto na costura de vozes que permeia o filme.

A inspiração que vem da poesia, da vida, da escuta

Exibiremos o curta-metragem “O aniversário da terra”, um filme de poesia que fala sobre nossa relação com as palavras, com o tempo presente, com a natureza e os limites do mundo. É um filme em que a relação entre uma mãe e um filho se desdobra em inúmeros encontros no ritmo da poesia. E também um chamado para se aproximar da natureza com os sentidos mais aguçados.

Logo após a exibição, acontecerá uma roda de conversa com os diretores do curta-metragem, André Gravatá e João Gabriel Hidalgo, junto com Serena Labate, que é uma das responsáveis pela arte do filme, e Josefa Gravatá, que se envolveu tanto nas filmagens quanto na costura de vozes que permeia o filme.

VALORES

Valores até dia 10/04/2024

1 pessoa – sem envio de trabalhoR$ 150,00
1 pessoa – com envio de trabalhoR$ 75,00
  
(10%) Grupos de até 5 pessoasR$ 135,00
Para a autora de trabalhoR$ 65,00
  
(15%)Grupos de 06 a 15 pessoasR$ 115,00
Para a autora de trabalhoR$ 55,00
  
(25%)Grupos acima de 16 pessoasR$90,00
Para a autora de trabalhoR$ 45,00

Valores após dia 10/04/2024

Valor individualR$ 180,00
1 pessoa – com envio de trabalho90,00
  
(10%)Grupos de até 5 pessoasR$ 160,00
Para a autora de trabalhoR$ 80,00
  
(15%)Grupos de 06 a 15 pessoasR$ 135,00
Para a autora de trabalhoR$ 65,00
  
(25%)Grupos acima de 16 pessoasR$ 105,00
Para a autora de trabalhoR$ 55,00

EDITAL DE SELEÇÃO DE ARTIGOS COMUNICAÇÃO ORAL

Práticas Pedagógicas para Seminário de Educação Infantil

Edital Aberto de 12 de Março a 15 de Arbil

• Data limite para envio do resumo: 15 de abril
• Data do resultado: 18 de abril
• Data do resultado: 23 de abril

Os trabalhos submetidos serão avaliados por uma comissão. Os autores dos trabalhos apresentados receberão certificado de apresentação e publicação nos Anais Eletrônicos. Os autores dos trabalhos aprovados autorizam a Comissão Organizadora do 26º Seminário de Educação Infantil a publicar nos anais do evento, com a finalidade de compartilhamento de práticas apresentada no evento, não cabendo qualquer pagamento por direito autoral. Os autores também se responsabilizam pelas imagens utilizadas nos textos.

O RESUMO deverá ser enviado para o e-mail prisma@centrodeestudos.com.br até o dia 15 de abril, com o título RESUMO COMUNICAÇAO ORAL_26º SEMINÀRIO. O resultado será anunciado dia 18 de abril.

O TEXTO COMPLETO dos trabalhos aprovados deverá ser enviado para o mesmo e-mail , até dia 23 de abril.A apresentação do trabalho não deverá ultrapassar o tempo de 20 minutos. No caso de trabalhos com mais de um autor, a apresentação será feita por apenas um deles (o certificado somente será concedido aos autores devidamente inscritos e presentes no evento).

Os textos das comunicações orais terão como tema: Compartilhamento de Práticas. A organização do evento reunirá os trabalhos aceitos por proximidades temáticas e comunicará aos autores o tema em que o trabalho estará organizado. Cada participante poderá submeter apenas 01 (um) trabalho na condição de autor principal, e 01 (um) trabalho na condição de coautor.

Para submeter o trabalho, os autores e coautores deverão estar devidamente inscritos no evento. Os textos devem ser enviados segundo as normas a seguir e nomeados com a identificação do tipo de texto (resumo ou texto completo) e autoria em formato PDF e arquivo em Word.

FORMATO E CONDIÇÕES DOS ARQUIVOS A SEREM ENCAMINHADOS PARA AVALIAÇÃO:

a. Papel tamanho A4;
b. Margem superior e inferior com 2,5 cm;
c. Margem esquerda e direita com 3,0 cm;
d. Fonte: Times New Roman/tamanho 12;
e. Espaçamento entre linhas: 1,5 cm;
f. Páginas numeradas ao alto e à direita;
g. Título do trabalho escrito em fonte maiúscula, negrito, e alinhamento centralizado;
h. Após o título do trabalho, contando dois espaços, deve-se inserir, em alinhamento à direita, o(s) nome(s) do autor(es), instituição de origem e endereço eletrônico;
i. Após a identificação da autoria, contando dois espaços, em alinhamento justificado, inserir resumo e/ou texto na íntegra.

RESUMO deverá compor-se de, no máximo, 1.500 caracteres. E deverá constar:

– Título do trabalho;
– Nome(s) do(s) autor(es), respectiva(s) instituição(ões) de origem;
– Texto do resumo e três palavras-chave.

Deverá ser elaborado sem parágrafo; sem bibliografia; sem notas e sem figuras.

O TEXTO COMPLETO deverá constar:

– Título do trabalho;
– Nome dos autores – instituição de origem e, em nota de rodapé, endereço eletrônico;
– Resumo;
– Texto completo (máximo de 15 páginas – incluindo imagens (com boas resoluções);
– Referências Bibliográficas;

Atenção: Os trabalhos deverão passar por revisão ortográfica e gramatical e atender às normas da ABNT. Os textos completos aprovados pelo comitê Científico serão publicados em e-book no site do Evento e disponibilizados no site do Prisma. Não serão aceitos trabalhos incompletos ou que já tenham sido apresentados ou publicados.

Orientações para Apresentação de Trabalhos

As práticas que desenvolvemos tendem a ficar circunscritas à nossa própria sala de aula e, quando muito, partilhamos com algumas pessoas da escola e pais. Abrir, trocar, partilhar nossos fazeres pedagógicos significa a possibilidade de ressignificar, ampliar, multiplicar práticas que tenham a potência de contagiar e transformar. Neste processo, alargam-se territórios, criam-se territórios de afetação, constroem-se pontes de reflexão. Este é o nosso desejo! Obrigada por compartilhar conosco estes desejos!

HORÁRIO DAS MESAS
Das 13h30 às 15h30

COMPOSIÇÃO DA MESA

A mesa será composta pelo (a) mediador (a) e pelos(as) apresentadores (as) – somente um(a) apresentador(a) por trabalho.

DINÂMICA DA MESA

O (A) mediador (a) faz uma breve abertura informando aos presentes a dinâmica do trabalho, apresenta cada membro da mesa e a sequência das apresentações. Iniciam as apresentações na ordem definida pelo mediador (o arquivo em anexo com a composição da mesa não está na ordem de apresentação). Ao término, o mediador abre para as perguntas do público. As perguntas serão lidas e encaminhadas pelo mediador para o apresentador que ele julgar mais conveniente para responder. O mediador terá um tempo final para encerrar a mesa “costurando” as apresentações e perguntas.

APRESENTAÇÃO

O (A) apresentador (a) poderá usar ppt. Teremos na sala projetor, notebook e caixa de som. O (A) apresentador (a) deverá chegar ao local da apresentação antes das 13h30, pelo menos 15’ antes, para colocar o arquivo da apresentação na área de trabalho do computador que será usado na sala. Procedimento importante para que a mesa mantenha um fluxo contínuo e não perca tempo entre apresentações.
Recomendamos que o pen drive com o material seja previamente testado e tenha um sobressalente para eventuais problemas.

TEMPO DE APRESENTAÇÃO

Cada membro da mesa terá no máximo 20 minutos para apresentação. Seja breve e claro (a), mantenha-se no foco, evite o detalhamento. É fundamental que este tempo seja respeitado para termos espaços para debates e apresentações equilibradas entre todos. 

INSCREVA-SE

**Caso a inscrição seja feita em nome da INSTITUIÇÃO (Pessoa Jurídica) é necessário entrar em contato através do WhatsApp (11)95300-5878 ou por e-mail: prisma@colsantamaria.com.br para informar os dados.

Realização:

Apoio:

×